Vai, meu samba


Noca da Portela/ Sergio Fonseca

Vai, meu samba
Vai dizer à vida
Que a ferida
Não cicatrizou
E eu (ah, e eu)
Ainda estou naquela
Que a saudade dela
Me deixou

Vai, meu samba
Pelo amor de Deus
Diz que depois do adeus
É que eu fiquei assim

Vai, meu samba, vai
Deixa o sol bater
Só pro mundo ver
O que restou de mim